Canal 24hCanal 24h
Data Atual

Tocantins

24° / 33°

Facebook - Clique para acessar Twitter - Clique para acessar YouTube - Clique para acessar E-mail - Clique para enviar

Quarta, 19 Julho 2017

Financiamento de carros cai no Tocantins

Financiamento de carros cai no Tocantins

Palmas, TO - No primeiro semestre do ano, Tocantins somou 15.023 veículos financiados, queda de 2,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados incluem automóveis leves, motos e pesados. Desse total, as unidades novas foram responsáveis por 8.371 das negociações, enquanto as usadas atingiram 6.652.

O levantamento é da B3, empresa resultante da combinação de atividades da BM&FBOVESPA, uma das maiores bolsas do mundo em valor de mercado, e a Cetip, maior depositária de títulos privados da América Latina. A B3 opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de informações que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. O SNG impede que o processo de financiamento de veículos seja suscetível a fraudes sistêmicas.

O volume de financiamento de automóveis leves totalizou 9.752 unidades nos seis primeiros meses do ano, aumento de 10,1% na comparação anual. Os dados consideram unidades novas e usadas.

A região Norte somou 132.109 veículos financiados no primeiro semestre do ano, retração de 3,1% em relação ao mesmo período do ano passado. Deste total, os automóveis leves foram responsáveis por 83.145 das operações, enquanto as vendas financiadas de motos somaram 45.081 unidades.

O total de veículos financiados no Brasil no primeiro semestre do ano atingiu 2.425.796 unidades, entre automóveis leves, motocicletas, pesados e outros, aumento de 7,4% em relação ao mesmo período de 2016. Desse total, veículos novos somaram 845.217 unidades vendidas a crédito, enquanto os usados chegaram a 1.580.579. 


Sobre a B3

A B3 é uma empresa de infraestrutura de mercado financeiro de classe mundial e uma das maiores em valor de mercado, entre as líderes globais do setor de bolsas. Resultado da combinação de atividades entre a BM&FBOVESPA e a Cetip, cria e administra - em ambiente de bolsa e de balcão - sistemas de negociação, compensação, liquidação e registro para todas as principais classes de ativos, desde ações e títulos de renda fixa privada até derivativos de moedas, taxas de juro e de commodities e operações estruturadas. A B3 também oferece serviços de central depositária e de sistemas de controle de risco até o beneficiário final e atua como contraparte central para as operações realizadas em seus mercados. É a companhia líder na prestação de serviços de entrega eletrônica das informações necessárias para o registro de contratos e anotações dos gravames pelos órgãos de trânsito.

Com sede em São Paulo e escritórios em Nova York, Londres e Xangai, a B3 reúne uma longa tradição de inovação em produtos e tecnologias, além de desempenhar funções importantes nos mercados financeiros e de capitais da região pela promoção de melhores práticas em governança corporativa, gestão de riscos e sustentabilidade. Atuando por meio de sua rede qualificada de intermediários, administra ambientes seguros e resilientes, aumentando a segurança, a solidez e a eficiência do mercado brasileiro e contribuindo para a formação de capital de longo prazo e para o crescimento econômico na região.

Facebook - Clique para acessar Twitter - Clique para acessar YouTube - Clique para acessar E-mail - Clique para enviar