Tocantins 33° C

Idosos acamados começam a ser vacinados

Imunização do público-alvo acima de 80 anos, que não se vacinou no sistema drive-thru, poderá ser feita nas Unidades de Saúde de referência.

Thomas Hessel - Palmas, TO

15/02/2021

| Atualizado em

18/02/2021

257

Idosos acamados começam a ser vacinados

Palmas, TO - A vacinação de idosos com mais de 80 anos acamados ou com mobilidade reduzida começa nesta segunda-feira, 15, em Palmas. Eles receberão a primeira dose da vacina CoronaVac em casa, conforme levantamento realizado pelos agentes comunitários de saúde. Também a partir desta segunda, os idosos acima de 80 anos que não foram vacinados durante o atendimento pelo sistema drive-thru na semana passada poderão comparecer à unidade de saúde de referência para receber o imunizante. No total, a Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) estima vacinar 2.169 idosos dessa faixa etária na Capital.

Para receber a primeira dose, o idoso deve comparecer à Unidade de Saúde da Família (USF) de referência, portando documento de identificação, cartão de vacina e cartão do Sistema Único de Saúde, das 7 às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

A Semus lembra que a segunda dose da vacina será administrada em um intervalo entre 21 e 28 dias, prazo recomendado entre as aplicações.

 

Drive-thru

Durante a ação de vacinação drive-thru realizada pela Prefeitura de Palmas, por meio da Semus, 1.687 idosos com mais de 80 anos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19), sendo 1.185 na quinta, 11, e 502 nesta sexta, 12. O número representa 77,77% do público com mais de 80 anos estimado para a imunização.

A administração das doses ocorreu no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, na região Central, e no Ginásio Ayrton Senna, na região Sul.

 

Público vacinado

Desde o início da vacinação contra a Covid-19 em Palmas, 7.121 pessoas já foram imunizadas, ou seja, 78,33% do público conforme os critérios estabelecidos no Plano Municipal de Imunização, que são os profissionais de saúde da linha de frente de combate à Covid-19, idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILP), cuidadores desses idosos e pessoas acima de 80 anos.