Tocantins 31° C

Palmas entra na luta contra às queimadas

A ação que está sendo coordenada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama)

21/09/2017

| Atualizado em

21/09/2017

1568

Palmas entra na luta contra às queimadas

Palmas, TO - A Defesa Civil Municipal e a Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) compõem a força-tarefa, organizada pelo Governo Federal, para o combate às queimadas na Serra do Lajeado. O Município contribui fornecendo uma brigada comunitária formada pelos guardas efetivos mais servidores voluntários na ação que inicia a partir desta quarta-feira, 20.

A Defesa Civil fornece ainda com bombas costais e materiais de reparo para serem utilizados nas ações de combate aos incêndios. Segundo o superintendente da Defesa Civil, Iranilto Sales, todos os dias, no período da manhã, a força-tarefa fará reuniões para mapear as áreas suscetíveis a incêndios e definir de forma serão combatidos. Sales acrescenta ainda que as atividades seguem até o fim do período de estiagem.

A ação que está sendo coordenada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) conta com participação do Instituo Natureza do Tocantins (Naturatins), Exército Brasileiro, Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Ações preventivas e proibições

Sales lembra ainda que dezenas de ações preventivas, como blitz educativa, palestras e visitas em propriedades rurais, foram realizadas nos últimos meses para conscientizar sobre o perigo e a proibição das queimadas.

O órgão tem intensificado ações de fiscalização, considerando que a queima de lixo em áreas verdes, seja elas urbanas ou rurais, é proibida. Mesmo as exceções, permitidas por autorizações para queima controlada em propriedades rurais, estão suspensas em razão de fatores ambientais, umidade do ar e temperatura, que chegaram a níveis críticos nas últimas semanas.

Como denunciar incêndios

Para denunciar incêndios urbanos e rurais, a população pode discar o 199 da Defesa Civil ou o 193 dos Bombeiros. Os números da fiscalização são 190 da Polícia Militar Ambiental e 153 da Guarda Metropolitana de Palmas.