Tocantins 34° C

Assessor da Prefeitura de Palmas é preso por plantar maconha em casa

Emival Dalat (PCdoB) foi candidato a vereador nas últimas eleições

31/01/2018

| Atualizado em

05/02/2018

2420

Assessor da Prefeitura de Palmas é preso por plantar maconha em casa

Palmas, TO - A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 5ª Delegacia de Palmas, deflagrou, no início da tarde desta quarta-feira, 31, uma operação de combate à criminalidade, a qual resultou na prisão de Emival Dalat Filho, de 36 anos e na apreensão de dezenas de plantas de maconha, que o suspeito cultivava na própria casa.

Emival é suspeito por tráfico de drogas e foi capturado, quando se encontrava em sua residência, no Setor Morada do Sol, região Sul de Palmas. De acordo com o delegado titular da 5ª DPC, Evaldo Gomes, por volta de 08h, os agentes receberam denúncias anônimas, sobre a suposta existência de uma plantação de maconha, em uma casa na região Sul da Capital.

Os policiais civis foram até a residência e, após aguardar a chegada de Emival, realizaram buscas no interior do imóvel e localizaram e apreenderam 15 plantas cultivadas, 13 vasos semeados com semente de maconha, sem germinar, 07 garrafas contendo folhas esverdeadas, supostamente de "maconha".

dalat.png

Ficha de identificação do ex-candidato Emival Dalat nas eleições de 2016

A equipe da DPC deu voz de prisão a Emival Dalat Filho; e em seguida, o indivíduo, juntamente com o material foi levado à delegacia. Emival foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e, em seguida encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas.

Emival Dalat (PC do B) não ganhou as eleições e segundo os dados do portal transparência é assessor técnico na Secretaria de Saúde da Prefeitura de Palmas desde maio/2017.