Canal 24hCanal 24h
Data Atual

Tocantins

23° / 34°

Facebook - Clique para acessar Twitter - Clique para acessar YouTube - Clique para acessar E-mail - Clique para enviar

Quarta, 07 Novembro 2018

Campanha aborda o papel da família no cuidado e prevenção ao Diabetes

Campanha aborda o papel da família no cuidado e prevenção ao Diabetes

Palmas, TO - Aumentar a conscientização sobre o impacto que a Diabetes tem sobre a família e promover o papel da mesma na gestão, cuidado, prevenção e educação quanto à doença são os objetivos da campanha A família e o Diabetes, idealizada pela Secretaria de Saúde de Palmas (Semus) em alusão ao Dia Mundial da Diabetes, celebrado em 14 de novembro.

Ao longo do mês de novembro, os Centros de Saúde da Comunidade de Norte a Sul da Capital farão uma programação específica para esse público tendo como foco a detecção precoce da doença e suas complicações.

De acordo com a Federação Internacional de Diabetes (IDF), mais de 425 milhões de pessoas estão vivendo com Diabetes e até 2035, estima-se que mais de 550 milhões em todo o mundo terão a doença. “A maioria dos casos é de Diabetes tipo 2, que é amplamente evitável por meio de atividade física regular, dieta saudável e equilibrada e promoção de hábitos saudáveis, sendo que a família tem um papel fundamental na abordagem dos fatores de risco modificáveis para a doença”, ressalta Karolyne Botelho do Grupo Condutor de Fatores de Risco e Condições Crônicas.

Na Capital, a Semus oferece à população de Palmas serviços de prevenção e controle ao diabetes, entre eles, atendimento com especialistas, grupos de acompanhamento e promoção da saúde, disponíveis nos Centros de Saúde da Comunidade (CSC) onde trabalha-se educação em saúde, através de debates e abordagens em sala de espera, e em seguida é feito o atendimento individual, onde é realizado a avaliação de peso, pressão e glicemia capilar, além do acompanhamento nutricional e solicitação de exames quando necessário, e recebem também orientação para o manejo adequado da doença, o autocuidado, visando prevenir as complicações, invalidez e morte precoce. “É muito importante conhecer bem a doença, adotar uma alimentação saudável e equilibrada, praticar exercício físico de forma regular e tomar a medicação prescrita pelo médico”, reforça Karolyne.

 

Facebook - Clique para acessar Twitter - Clique para acessar YouTube - Clique para acessar E-mail - Clique para enviar