Tocantins 38° C

Palmas amplia atendimento para vacina influenza no TO

Com horário estendido para vacinação unidade aumenta o número de pessoas imunizadas

24/04/2019

| Atualizado em

24/04/2019

3921

Palmas amplia atendimento para vacina influenza no TO

Palmas, TO - O borracheiro Braz Marques Ferreira, 68 anos, trabalha todos os dias e como a rotina da sua profissão é bem puxada, ainda não tinha conseguido tirar um tempinho para procurar a Unidade de Saúde e imunizar contra a influenza. Com o Centro de Saúde da Comunidade (CSC) da Arse 75 aberto no período noturno, na noite desta terça-feira, 23, ele não perdeu a oportunidade de receber a dose da vacina. “Todo ano eu tomo, desde que vacinei a primeira vez nunca mais a gripe me pegou. E hoje, quando meu filho chegou do trabalho, e eu também estava livre viemos para tomar a vacina”, contou satisfeito.

A psicóloga Lauriene Ferreira de Brito também aproveitou o horário diferenciado da unidade e levou a pequena Lara de um aninho, para vacinar. “Eu e o meu esposo trabalhamos em horário comercial, quando ficamos sabendo que o Centro de Saúde ia abrir a noite, nos organizamos para vacina-lá”, conta, reforçando que a iniciativa da unidade agregou a rotina de muitas pessoas, contribuindo assim para que muitos pudessem receber a dose da vacina desta campanha.

A coordenadora do CSC da Arse 75, Consola Monteiro, ficou surpresa com o grande número de pessoas que procuraram a unidade para receber a vacina. “Sabíamos que muitos usuários da nossa região trabalham e estudam e esses compromissos diários dificultam tirar um tempo para ir à Unidade de Saúde e se vacinar. O resultado foi bastante positivo, a unidade ficou cheia e conseguimos imunizar 98 pessoas”, avalia.

A campanha segue até o dia 31 de maio, sendo que o Dia D será no dia 04 de maio. As 32 salas de vacinas funcionam das 8 às 17 horas. E para vacinar é necessário apresentar os cartões de vacina e do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em toda a Capital foram vacinadas 15.971 pessoas desde o início da campanha em 10 de abril até essa terça-feira, 23. Desse montante quase 4,5 mil são crianças. A meta da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) é vacinar 100% das 65 mil pessoas que correspondem ao público alvo composto pelos seguintes grupos prioritários: idosos com mais de 60 anos; crianças de seis meses até seis anos incompletos (cinco anos, 11 meses e 29 dias de idade); gestantes; mulheres que tiveram um filho nos últimos 45 dias (puérperas); trabalhadores da área da saúde; professores de escolas públicas e privadas; povos indígenas; pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.