Tocantins 32° C

Prefeitura realiza sonho de 500 famílias de morar em residencial

Residencial é entregue com Cmei com 536 vagas e projetos já elaborados para construção de Unidade de Saúde e Escola de Tempo Integral.

Thomas Hessel - Palmas, TO

13/08/2020

| Atualizado em

13/08/2020

109

Prefeitura realiza sonho de 500 famílias de morar em residencial

Palmas, TO - O Residencial Jardim Vitória I se tornará mais do que um novo endereço para 500 famílias palmenses. O residencial foi construído para ser um complexo habitacional de referência na Capital. Além da construção de 500 unidades com infraestrutura equiparada a de condomínios privados planejados, o residencial já conta com o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Vitória-Régia e projetos para construção de mais dois equipamentos públicos.

Nesta quarta-feira, 12, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, fez a entrega simbólica das chaves do conjunto habitacional e inauguração do Cmei, acompanhada do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que tinha essa agenda exclusiva no Tocantins. Ele frisou sua satisfação com a parceria firmada com o Município. "Hoje é um dia de festa tanto para as famílias que aqui vão morar como para todos os envolvidos na concretização desse empreendimento erguido com tanto esmero. Tenho certeza que o Cmei aqui entregue será um grande auxílio às famílias, especialmente, àquelas mulheres que são chefes de famílias. Ao ver tudo isso aqui só posso desejar que todos transformem esse residencial numa extensão de seus lares. Palmas merece esse presente".

O ministro antecipou que na próxima semana o Governo Federal deverá anunciar o incremento de políticas de regularização fundiária e destinação de recursos para financiamento de novos projetos habitacionais que devem beneficiar os municípios brasileiros, inclusive Palmas.

A prefeita Cinthia Ribeiro frisou sua satisfação com a conclusão de mais um grande projeto de transformação de sonhos. "Entregamos, com a parceria da Caixa e do Governo Federal, um equipamento completo com lares e Cmei, que trarão grande apoio para essas famílias. Já temos em construção muitos outros. Nossa previsão é de entregar até o final do ano mais 2 mil unidades", anunciou Cinthia.

 

Jardim Vitória I

O empreendimento está localizado em um bairro entregue pela Prefeitura de Palmas com toda infraestrutura básica implantada, desde ruas pavimentadas com rede de drenagem e rede de coleta de esgoto. A seleção de famílias contempladas no residencial foi feita a partir do cadastro habitacional municipal e comprovação de critérios sociais e de renda.

Desde 2018, outras 1.420 moradias foram entregues pela Prefeitura de Palmas em benefício de famílias como a da dona de casa Layne Silva Cunha, 30, que recebe uma das unidades do Jardim Vitória I. Ela agradeceu o atendimento e assistência prestados pela Secretaria Municipal da Habitação desde a primeira ocasião em que buscou informações. "Todo o processo foi muito tranquilo, porque o pessoal da Secretaria da Habitação explicava tudo, estou no cadastro há 13 anos e não imaginava que seria assim. No dia do sorteio, quando vi meu nome chorei tanto de alegria. Estou muito contente porque vindo para cá estou certa de que será um recomeço para minha família", contou.

 

Benfeitorias

Assim como a família de Layne, as 500 famílias do Jardim Vitória I ganham uma casa de dois quartos, sala integrada à cozinha, banheiro e área de serviço com 44,58 m² de área construída em terreno de 180 m². Todas as unidades foram construídas com concreto armado, telhas de cimento, laje, caixa d'água, janelas e portas de alumínio e adaptações para acessibilidade nas unidades com moradores com deficiência ou redução de mobilidade. Além disso, a infraestrutura externa às residências também conta com calçadas com rampas de acessibilidade, luminárias de diodo emissor de luz (LED).

Outra benfeitoria importante são as placas de energia solar já instaladas e que oferecem às famílias tecnologia sustentável que trazem menor impacto do consumo de energia elétrica no orçamento familiar. O bairro, construído do zero, já está incluso na programação de coleta de lixo urbano e limpeza pública e será atendido por linha de ônibus 491.

 

Investimento

O investimento por unidade é da ordem de R$ 80 mil dos quais cerca de 10% são arcados pelas famílias através de parcelas reduzidas. De acordo com o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) do Governo Federal e contrato firmado com a Caixa, cada família contemplada se compromete com financiamento cujas parcelas mensais variam de R$ 80 a R$ 270, conforme renda familiar.

Além do investimento nas unidades é de R$ 40 milhões em recursos federais, o Município também investiu cerca de R$ 4 mil por unidade com isenção de impostos e contrapartidas com infraestrutura já realizadas. Após a entrega definitiva, as famílias continuarão a ser acompanhadas pelo Município para apuração da ocupação dos imóveis e oferta de orientação e capacitação dos moradores.

 

Complexo habitacional

Para construção do Cmei Vitória-Régia, o MCMV investiu R$ 2,5 milhões. A unidade educacional ofertará 536 vagas distribuídas em turmas de berçário, maternal e pré-escolar. Segundo a secretária municipal da Educação, Cleizenir Divina dos Santos, as vagas do novo Cmei serão prioritariamente preenchidas por crianças residentes no Jardim Vitória I, em seguida, serão priorizadas crianças já inscritas no Sistema Integrado de Matrículas (SIMPalmas). Além do Cmei, o Jardim Vitória I contará também com unidade de saúde, cujo recurso de cerca de R$ 1,4 milhão já está reservado através de emenda parlamentar de autoria da deputada federal Dorinha Seabra (DEM).

Conforme adiantado pelo secretário municipal da Habitação, Fábio Frantz, o residencial também tem uma área de aproximadamente 20 mil m² destinada a construção de uma escola de tempo integral, cujo projeto formatado já foi encaminhado pelo Município ao Ministério da Educação (MEC) para captação de recursos para sua construção.

 

Solenidade

Estiveram presentes à cerimônia de entrega, o presidente da Câmara, Marilon Barbosa (DEM), o deputado federal Carlos Henrique Gaguim (DEM), a secretária estadual de Infraestrutura, Cidades e Habitação, Juliana Passarin, o presidente da Federação das Indústrias do Tocantins (Fieto), Roberto Pires, o superintendente de Rede da Caixa, Christian Freitas, a secretária da Educação de Palmas, Cleuzenir dos Santos, o secretário da Habitação de Palmas, Fábio Frantz e outras lideranças locais.