Tocantins 32° C

Avaliação Nacional de Vinhos será on-line

Pela primeira vez na história, a maior degustação de vinhos de uma safra não será presencial.

Thomas Hessel - Palmas, TO

14/09/2020

| Atualizado em

15/09/2020
Avaliação Nacional de Vinhos será on-line

Palmas, TO - “A Safra das Safras não poderia passar em branco. Assim como o mercado de vinhos precisou se reinventar, a Avaliação Nacional de Vinhos Safra 2020 seguirá outro modelo em razão da pandemia. O processo técnico é o mesmo, mas a experiência final será totalmente diferente. Não teremos a confraternização presencial, mas apostamos num grande movimento de promoção do vinho brasileiro e num programa que deverá surpreender o público. Vamos fazer um espetáculo digital e todos poderão assistir”, destaca o presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Daniel Salvador.

Além de poder acompanhar a transmissão ao vivo pelo Facebook, Instagram e Youtube da ABE, no dia 7 de novembro, a partir das 17h, os que desejarem também poderão adquirir o kit com as 16 amostras representativas da Safra 2020. Assim, será possível, além de assistir, degustar em casa, no aconchego do lar e em companhia, os vinhos classificados entre os 30% da safra. Os 700 kits estarão à venda a partir do dia 23 de setembro pelo site www.enologia.org.br.

Cada kit conterá 16 garrafas baby (187 ml), o que permitirá que a amostra seja degustada por duas pessoas. O conjunto inclui, ainda, duas taças personalizadas de cristal para vinho, além das Fichas de Degustação e da Revista Brasileira de Viticultura e Enologia. O envio será feito pela ABE por transporte privado. Todo material será embalado numa caixa personalizada de papelão com isopor para melhor acondicionar as garrafas, todas com rótulo do evento e devidamente identificadas.

Entre as mudanças desta edição também está o local e o horário. Todo cenário será montado no SPA do Vinho, no Vale dos Vinhedos, única região do Brasil com Denominação de Origem de vinhos. Para explorar a beleza do lugar e também oportunizar maior comodidade em relação a participação das pessoas em suas casas, o evento deixa de ser de manhã e passa a acontecer a partir das 17h, excepcionalmente este ano.

 

Amigos do Vinho Brasileiro em ação

Esta grande mudança no formato do evento passa também por uma mobilização nacional que vai envolver todos os comentaristas que já participaram da Avaliação Nacional de Vinhos, convidados a se engajar e levar a Avaliação para seus amigos virtuais e seguidores. Para isso, a ABE está enviando para cada um deles, um teaser ‘Eu já descobri o meu vinho, e você?’ para mídia social que poderá, espontaneamente, ser utilizado pelos comentaristas em suas redes sociais. Em 27 edições, foram mais de 400 comentaristas entre enólogos, médicos, sommeliers, jornalistas, celebridades e enófilos. Assim, a estratégia quer levar o evento para todo o Brasil, quiçá para o mundo. O conteúdo também pode ser postado por todos que já viveram a experiência única de estar na Avaliação e deseja compartilhar com seus amigos. “Cada comentarista, cada apreciador, cada jornalista que já participou deste grande momento do vinho brasileiro foi fundamental para a construção da imagem de um setor tão apaixonante. Por isso, convidamos todos a se envolver e ajudar outras pessoas a descobrir o vinho brasileiro”, convoca o presidente.

 

A Avaliação

A 28ª Avaliação Nacional de Vinhos iniciou com a inscrição das amostras pelas vinícolas brasileiras. Este processo começou em julho e encerrou em agosto batendo recorde com 396 amostras de 56 vinícolas. A fase seguinte foi a coleta dessas amostras, realizada no período de 24 de agosto a 4 de setembro. Técnicos da Embrapa Uva e Vinho e da ABE rodaram o Brasil recolhendo os vinhos diretamente dos tanques de aço inox ou das barricas de carvalho. Teve amostra que percorreu mais de 3 mil km até chegar em Bento Gonçalves.

O próximo passo será a Degustação de Seleção, sob a Coordenação Técnica da Embrapa Uva e Vinho, programada entre os dias 15 e 18 de setembro. O número de dias diminuiu, mas as degustações acontecerão em dois turnos: manhã e tarde. Em razão do Coronavírus, ao invés de 120 serão 64 enólogos. Além disso, todos os protocolos de segurança serão seguidos, inclusive com o devido distanciamento. Em razão do formato digital e da mega operação que será montada para que as amostras cheguem em tempo na casa das pessoas, a coleta e a Degustação de Seleção foram antecipadas.