Tocantins 34° C

Palmas é 1ª no Norte em ranking de competitividade dos municípios

Estudo do Centro de Liderança Pública avaliou 405 municípios com mais de 80 mil habitantes; entre as capitais, Palmas aparece em 7º lugar.

Thomas Hessel - Palmas, TO

19/11/2020

| Atualizado em

20/11/2020
Palmas é 1ª no Norte em ranking de competitividade dos municípios

Palmas, TO - O Ranking de Competitividade dos Municípios, lançado em 2020 pelo Centro de Liderança Pública (CLP), com o objetivo de gerar diagnósticos e direcionamentos para a atuação dos líderes públicos municipais, coloca Palmas como a primeira colocada na região Norte do País e a 7ª entre as capitais brasileiras. O estudo é composto por 55 indicadores, organizados em 12 pilares e três dimensões, o que permite identificar pontos fortes e fracos que influenciaram a classificação final do município.

Dos 405 municípios avaliados, apenas 38 (9,4%) estão na região Norte. Nesse recorte regional, Palmas encabeça o ranking, com a nota geral 54,18. Já no recorte entre as capitais brasileiras, a Capital do Tocantins ocupa a 7ª colocação, atrás de São Paulo (SP), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Vitória (ES), Porto Alegre (RS) e Belo Horizonte (MG), por ordem decrescente. Já no ranking geral, que é liderado pelo município de Barueri (SP), com a nota 64,33, Palmas aparece na 67ª posição.

A prefeita Cinthia Ribeiro avalia que o desempenho de Palmas nesse estudo aponta para um crescimento constante que o município vem alcançando, em diversas áreas. “Palmas está se destacando como protagonista da Região Norte. Temos empregado esforços contínuos para instituir uma política econômica e fiscal que nos dê condições de desenvolvimento e os resultados começam a ser sentidos.”

Dimensões

O ranking está organizado em três dimensões: instituições, sociedade e economia. Cada qual composta por pilares com seus respectivos indicadores, sendo 55 no total. Na dimensão ‘instituição’, cujos pilares são sustentabilidade fiscal e funcionamento da máquina pública, Palmas alcançou a nota 54,69.

Na dimensão ‘sociedade’, composta pelos pilares acesso à saúde, qualidade da saúde, acesso à educação, qualidade da educação, segurança, e saneamento e meio ambiente, a capital tocantinense recebeu nota 69,18.

Por fim, na dimensão ‘economia’, composta pelos pilares inserção econômica, inovação e dinamismo econômico, capital humano e telecomunicações, Palmas obteve a nota 37,91.

Etapas do Estudo

A avaliação passou por diversas etapas de construção, incluindo ampla revisão da literatura acadêmica; análise de benchmarks nacionais e internacionais; levantamento da disponibilidade de dados, seleção e possibilidade de construção de indicadores, estudo de metodologia e tratamento de indicadores; verificação da qualidade das informações disponíveis e dos indicadores construídos; refinamento e organização dos indicadores em pilares e dimensões; ponderação de indicadores, pilares e dimensões e discussões técnicas com especialistas em temáticas consideradas no ranking.