Tocantins 33° C

Obras de Rafael Rocha inspiram alunos em trabalhos escolares

Artista plástico é utilizado como referência por professores para produções artísticas dos alunos.

Thomas Hessel - Palmas, TO

27/11/2020

| Atualizado em

27/11/2020

459

Obras de Rafael Rocha inspiram alunos em trabalhos escolares

Palmas, TO - Rafael Rocha é um artista conhecido no Brasil por suas obras que retratam aspectos regionais do país, e são comercializadas tanto em território nacional como no exterior. Mas o seu trabalho junto às escolas de ensino fundamental, ensino médio e até mesmo universidades tem sido destaque no setor da educação pela adesão dos alunos e aos grandes projetos feitos a partir do trabalho do artista.

A educação artística possui uma grande importância no processo de desenvolvimento dos jovens. Através dela é possível que os estudantes expressem melhor os seus sentimentos, organizem os pensamentos, estimule a criatividade, dentre outras características.

Uma das práticas que mais obtém engajamento dos alunos são justamente as releituras de obras de arte, que são produzidas pelos próprios estudantes, formando grandes exposições.

As obras de Rafael são utilizadas como inspiração para os alunos produzirem as releituras, e o artista também envia mensagens para ajudar e incentivar os projetos.



“Esse movimento foi orgânico, não foi planejado. Eu percebi que a minha arte não agradava somente ao público, como também aos jovens. Eu comecei a receber mensagens de professores que falavam sobre os trabalhos nas escolas e passei a acompanhar algumas coisas muito bacanas que eles faziam”, declara Rafael Rocha.

As redes sociais tiveram um papel fundamental para esse trabalho acontecer. No começo os professores entravam em contato com o artista para tratar sobre o assunto, depois as editoras Moderna e Positivo exibiram as obras em livros didáticos, assim como a Acrilex estampou em seu catálogo anual para escolas.

Dessa forma, as obras de Rafael têm sido utilizadas como inspiração para os alunos, temas de avaliações, trabalhos de conclusão de curso e meios para desenvolver desde crianças até jovens que buscam viver da sua produção artística.

“O que me chama atenção são as exposições que fazem depois das releituras prontas. São exposições que reuniam famílias, não apenas os alunos e professores. É muito legal esse contato e participar ao menos um pouco dessa parte do desenvolvimento deles (alunos)”, conclui o artista plástico.

 

Sobre Rafael Rocha
Músico e artista plástico brasileiro, nasceu no dia 10 de novembro, em Recife no estado de Pernambuco. Iniciou sua trajetória na música, no final dos anos 80, mas tempos depois surgiu o seu interesse pelas artes plásticas.

No ano de 2010, decidiu transformar o interesse em profissão. Suas experimentações fizeram o artista desenvolver uma forma particular de trabalhar e se expressar diante das suas próprias necessidades.

Participou de exposições pelo Brasil, em São Paulo pela Galeria Mali Villas Bôas e Museu da Imagem e do Som-SP, Florianópolis, na Sociedade Cultural Brasil/Portugal. No exterior participou da exposição ArtBrazil, realizada pela curadora Jade Matarazzo (Flórida), e no projeto Arte que Salva (Miami).

Rafael Rocha tem trabalhos publicados em revistas e jornais no Brasil, México e Estados Unidos. Sua obra ganha projeção internacional e é comercializada para o Japão, Nova Zelândia, Chile, Argentina, Estados Unidos e Europa. No Brasil, os trabalhos se espalharam por todas as capitais.